Meu filho não me respeita!!!!!

Os pais muitas vezes tentam compensar sua “culpa” de estarem ausentes na vida de seu filho e sentem a necessidade de agradar-lhes o tempo todo para compensar essa falta.

Isso é um enorme erro, pois se queremos que nossos filhos se desenvolvam como adultos maduros, seguros e independentes, estamos fazendo tudo ao contrário!!!!

filho

É preciso ter firmeza e estimular que seu filho faça suas coisas sozinho para que ele aprenda e valorize cada passo dado para realizar cada uma de suas conquistas!!!!

Temos que frustrar nossos filhos, afinal a vida irá fazer isto e eles precisam estar preparados não é???

Veja Todos os Post,me acompanhe pelo Instagram, Facebook e YouTube.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

111 comentários em “Meu filho não me respeita!!!!!”

  1. blank
    Tatiana Souza

    Infelizmente compartilho da mesma realidade. Meu filho tem 15 anos e desde 5 ou 6 anos ele só me traz perturbação, vergonha e tormento. Desde os 13 não me respeita e já me agrediu várias vezes. Já chamei a polícia 3x e não adiantou nada. E ele só se fortaleceu no erro, por perceber que “não dá nada” como eles dizem. Eu passei a ter ódio de crianças depois de ter este filho. Minha vida é um inferno quando ele está por perto. Não vejo a hora dele virar adulto para eu ir embora sem dar endereço. Tenho uma filha mulher que é normal e nunca me fez nem 1/3 do que eu já vivi com esse menino atormentado. Me arrependo até o último fio do meu cabelo de ter dado a luz a este filho. Gosto de ser mãe mas detesto ser mãe do Miguel.

    1. blank
      Rose De Jesus

      Também sou MÃE de um Miguel de 14 anos e ele também me Faz eu me arrepender amargamente de ser MÃE.
      Tenho outros 2 que me amam mais que tu ,NÃO sei o que fiz de errado com esse.o 😪

  2. blank
    Maria Tatiana

    Oi, gente! Pelo q me parece, temos algo em comum… A rebeldia e ingratidão dos filhos! 😢 Tenho um filho de 22 anos que a única coisa q não fez foi me bater, porque me verbalmente, sou agredida constantememte…. Xinga-me de puta, vagabunda, fedorenta, burra, feia, carente, nojenta, satanás, desgraça, lixo… E neste último, estou começando a pensar q é onde ele tem razão… Sou uma mãe-lixo porque não soube criá-lo, sempre dei tudo , TUDO do bom e do melhor e nunca, NUNCA o ensinei ou mandei fazer as coisas em casa, quando comecei a tentar, já foi tarde…
    Meu filho fala mal de mim para todo mundo! Inclusive, grita para os vizinhos ouvirem q preciso de homem , q sou carente… Estou separada já faz 2 anos. Ele nunca trabalhou, sempre malcriado e desobediente, nunca se deu bem com padrasto, este foi colocado para fora por meu filho em uma das brigas e esta envolveu violência. Se chegou a este ponto, entendi q foi melhor assim. Paguei 1 ano de faculdade para ele no curso de Direito, queria ver se assim, ele tomava prumo e amadurecia, porém parei de pagar , não tive mais condições. Até hoje meu filho não trabalha… Está no 3°mês de auxílio emergencial, e nunca foi capaz de comprar um real de pão, já joguei muito na cara , pedi, pedi e pedi q ele ajudasse em casa… Hoje, eu q não quero mais a ajuda dele… Todas as mães são melhores que eu…. Todos os dias joga na minha cara q não presto…. Estoura por qualquer coisa. Não acho q ele usa drogas… Ele não sai de casa quase nunca. Não bebe. Não aceita a condição de fazer terapia… Diz q eu q preciso. Ele inventa histórias de coisas q nunca fiz com ele e acredita nas próprias mentiras… Existem pessoas próximas a nós são testemunhas da mãe q sempre fui… Sei q sou falha, mas não sou, nem se longe, o monstro que ele diz todo mundo q sou… Está insuportavelmente insuportável viver desse jeito… Estou feia, desanimada e emocionalmente abalada…. Tenho muito medo do meu outro filho copiar o comportamento dele. Ele está doente mental e espiritualmente. Preciso de ajuda! Não aguento mais! Eu amo muito meu filho , mas não suporto mais ouvir o som da voz dele… Não soube criá-lo! E estou colhendo os frutos desta triste plantação. Não aguento mais! SOCORRO!!!!

  3. blank
    Miqueli

    Mães e pais, não desistam de seus filhos. Por mais distantes que eles estejam de vcs, e por mais atrocidades que façam, não desistam! Essa batalha só pode ser vencida com a ajuda de Cristo. A Oração humilde e sincera de uma mãe a Deus, em nome de Jesus Cristo faz milagres. Pequenos milagres diários, em palavras certas no momento oportuno, atitudes positivas que poderão tocar o íntimo do outro, amor demonstrado, firmeza e preocupação genuína, sabedoria nas ações, saber ouvir, ser exemplo. Sei que não será fácil, mas com Cristo no comando sendo o guia dos teus passos, os milagres diários acontecerão. Se não souberem como começar, simplesmente comecem com uma oração, digo, uma verdadeira, sincera, humilde oração, pedindo ajuda, paz, paciência, desejo, força… tudo isso Ele nos dá !!! Um dia de cada vez, confiando na orientação Dele… sempre com Ele, e verão que tudo irá mudar, porque a mudança começará por nós mesmos…

  4. blank
    Tainá Pereira De Sousa

    Olá bom dia. Eu tenho 22 anos, tenho um filho de 4 anos. Sou casada. Mais eu esses dias estou me sentindo meia que pra baixo, não estou sendo uma boa mãe, meu filho não me obedece, ele só me pede as coisas com ignorância, ele fala alto comigo, se eu falo algo que ele não gosta. Ele vêm em cima de mim, me dando murro. E eu não sei o que fazer. Meu marido não me ajuda a corrigir, meu casamento é cheio de problema.. E as vezes acho que meu filho me trata do jeito que ele ver o pai dele me tratando. Eu não tenho mais vontade de fazer coisas pro meu filho. Me ajudem 😥

  5. blank
    Michelle

    Muito difícil criar filho ,criança da trabalho e adolescente pode ser até pior… mas tenham fé e paciência vai dar certo… mas uma coisa é certa na maioria das vezes esses filhos agressivos sofrem de depressão precisam de ser levado ao psquiatra acredito que nos como mães não devemos abandonar nossos filhos nunca.

  6. blank
    Francisca MATIOLi

    Olá eu vi o comentário que esses filhos tem depressão , não concordo pra mim isso é desrespeito e falta de caráter mesmo criei minha filha praticamente só porque me separei ela tinha oito anos o pai só prestou pra tirar miha autoridade de mãe eu não permitia algo que achava errado pra ela ele ia e permitia hj com trinta anos e dois filhos ela me humilha quer mandar na minha vida ,eu não dependo dela eu trabalho tenho minha casa ,ela casou se separou e tem a casa e o trabalho dela ela fala mal até do lugar que eu moro queria que eu vendesse minha casa ,eu não quiz vender ela ficou agressiva me humilhou em público nas vésperas do natal ela acha que eu devo algo a ela por ser pobre as vezes ela me explorava fazia eu ir na folga ajudar ela com umas costura que ela iventou de fazer eu pagava passagem do bolso ajudava e quando precisei dela uma única vez ela cobrou por isso , agora resolvi dar um basta ela passou msg mal educada eu já cortei disse que não vou aceitar isso sou mãe não capacho de uma mulher adulta mimada que se acha a dona da verdade

  7. blank
    Francisca MATIOLi

    Eu também passo por isso ,eu não tive filhos meus , adotei uma menina e , alguns anos depois meu casamento acabou ,hj ela tem trinta anos tem dois filhos ,e me trata como lixo ,quer mandar na minha vida ,queria até que eu vendesse minha casa , não sei qual o interesse dela nisso ,me culpa porque ela mesma abandonou os estudos e até por ser pobre quase sempre eu acabava fazendo o que ela queria mais em dezembro depois de me levar numa loja pra pagar um tênis super caro pro meu neto mais velho ela me humilhou em público na frente de várias pessoas ,no natal ela pegou o carro e foi pra praia ,como todos os anos passei o natal sozinha depois disso decidi mudar aprendi dizer não não fui mais na casa verde dela deixei a opção de ela vir na minha ,ela não vem ,e fica mandando msg o watsap me humilhando me culpando dizendo que eu tenho problemas na cabeça que vc tenho que ir no psicólogo ,to lutando pra me manter bem não sei qual o interesse dela em provar que tenho problemas mentais eu trabalho me sustento a única ajuda que ela me deu porque eu tive crises de rim ela cobrou pela ajuda ,o que faço

  8. blank
    NEDA DE SANTANA MIRANDA

    Tenho 3 filhos biológicos e uma de coração, todos os quatro filhos me odeiam, minha mais velha me chamou de mãe tóxica. Fiz coisas erradas no passado, mas eles não perdoam, quando um deles erra, a culpa é minha, independente de ter participado ou não, sou julgada e condenada.Tenho 60 anos e quando passo mal, o olhar deles é de descaso.Vou me afastar para não fazer mais mal e nem ser condenada.Estou sofrendo muito, só que eles dizem que é gostar de mimimi.

  9. blank
    Isabela

    Gente eu sou a filha mais velha ,tenho 16 anos e minha irmã tem 8 , eu vi vários comentarios lamentáveis de mães que sofrem com seus filhos , eu nunca dei trabalho pra minha mãe …não que eu saiba ,mas pode ter certeza que se algum dia eu aumentar o tom de voz ela me manda em bora isso depois de várias varadas k…mães n deixem seus filhos chegarem ao ponto de querer bater em vcs, se valorizem vocês são guerreiras (pobre ,rica,casadas ou divorciadas ) pais vcs são heróis se valorizem sejam firmes , eu cresci sendo educada pq senão eu levava bronca , minha mãe nunca exitou me bater quando eu aprontava ou fazia algo que não agradava ela .Se teus filhos são de maior e não te respeitam INFELIZMENTE o que resta é mandar em bora , minha mãe sempre disse : “-enquanto tiver de baixo das minhas telha vai me obedecer ou é rua ” e eu n tiro a razão dela por isso não !( esse é meu concelho)
    Agora gostaria de fazer uma pergunta …
    Eu gosto de um garoto , não posso namorar com ele pois minha mãe não aceita , ela n gosta dele , ele disse que seria melhor realmente esperar e que ele espera qnt tempo for preciso , eu gostaria muito de começar a namorar logo , mas bemm indo direto ao ponto vocês acham que eu magoaria minha mãe de forma que eu poderia lhe causar sofrimento se eu começar a namorar com ele quando fizesse 18 (obs: eu faço 17 esse ano e ano )

  10. blank
    luciana

    Eu acho muito triste essas historia e saber que só as mães que sofrem,os pais não tem participação nenhuma na educação dos filhos.

    Como as mulheres deixaram acontecer isso…Em quantos vcs sofrem seu ex maridos estão cuidando da vidas deles, e até com outra.E vcs estão ai cuidando de filhos malcriados e sem respeito nenhum e sofrendo deixando-a auto estima te levar ao fundo do posso.
    Se ergam entregam esses pirralhos para o pai cuidar também exijam que ele façam sua parte de pai.Não sofram sozinhas …

    Se a mulher hoje sofre e é humilhada é porque deixam que isso aconteçam.

  11. blank
    Gustavo

    Olá meu nome é Gustavo e minha filha tem 12 anos a gente conversa a distância ela mora com os avós dela. Ela não me respeita ela me xinga através das mensagens Quando está brava oque eu faço?

  12. blank
    ANIGER

    TENHO UMA FILHA QUE ESTÁ SEPARADA UNS 7 A 8 MESES… APRONTOU MUITO… PIOR QUE TEM FILHOS… ME DESRESPEITA… ARRUMOUI NAMORADO NA NET… DE OUTRA CIDADE…ELE NAO TRABALHA… AGORA VIVE NA CASA DELE COM A FAMILIA DELE… QUR TRAZER PRA DENTRO DE CASA… EU NAO ACEITO PQ TENHO NETAS,,,GOSTARIA DE UMA ORIENTAÇAO.. OBRIGADA

  13. blank
    Pricilla

    Odeio ser mãe. Separei do pai do meu filho quando ele tinha 4 anos. Sempre foi irresponsável e só pensava em farra. Sempre trabalhei, paguei tudo pro meu filho e cuidei. Hoje ele está com 14 anos e é insuportável. Reclama de tudo, não me respeita, não gosta de estudar e acha que o pai é o máximo. A sensação que tenho é que ele me vê como inimiga. Estou tão cansada. Já pensei em me matar, em sumir, em mandar ele morar com o pai. Não sei mais o que fazer.

  14. blank
    Daniela Daris

    Oi bom dia tenho uma filha de dois anos ela não me respeita e ela e muito bruta agente tenta fazer carinho nela mais ela não aceita mexe em tudo não para quieta alguém me dá uma dica por favor eu boto ela de castigo mais ela não fica

  15. blank
    Iram Carvalho Pereira

    Ola. boa tarde, sou pai e estou passando pelo um momento deficil, fiquei viuvo. tenho filho um casal uma filha casada mora na santa catarina, e um rapaz com 32 anos que diagnosticado com a doenca chamada esquezofrenia
    e estou tendo muito problema com ele nao sei mais o que faco,

  16. blank
    Xexena

    Tudo mimado!!! Criança que não obedece tem é que tomar cintada pra andar na linha!!! Sociedade inverteu as regras, contaminou as normas, agora esta colhendo o mau fruto que plantou!!! Tenho um filho de 11, que se eu deixasse, me batia, mas não dou moleza não!!! E vai ser assim ate os dezoito!!! Quando ficar de maior, que vaze com Deus!!! Morro de pena da minha esposa….

  17. blank
    Inês Cleonice S. Schneider

    melhor nós todas viajarmo <fazer um cruzeiro a coisa ta feia e deixar esse delinquência juvenil desamparada

  18. blank
    Rita Eliã

    Boa noite mães/pais guerreiros, Dra Regina.

    Tenho um filho de 21 anos, que acha que o mundo gira em torno dele. Desde pequeno me faz sofrer. Na escola escola não dava sossego a professores, eu sempre dependi do meu esposo e dizia para ele que o menino precisava de uma “chamada”, sem precisar bater. Mas que o pai mostrasse ao filho que naquele lar era preciso, ja que o pai é o provedor, que o filho se colocasse no lugar de um filho, estudar, e respeitar nós e os adultos proximos a nós.
    Desde 7/8 anos que o menino foi criado sem pulso firme, bastava dizer: filho a sua mãe está te chamando, va agora saber o que ela está precisando… Computador também viciou, jogos online. Só eu dava castigo, e opai queria tapar o sol com a peneira. Porém e infelizmente nada mudou ano apos anos. A criança viu que o pai não estava nem aí pra mim, e não tive essa clareza que hoje tenho. Então, eu adoeci, tenho fibromialgia, ela é cruel. Foi muito sofrimento, muitas lágrimas, tristezas acumuladas. O corpo adoeceu. Ele a uns 3 anos fez uso de cocaína e lsd, “doce”, “bala”… E a 2 anos tentou suicídio. Em março deste ano usou muito essas drogas pra ter coragem de se matar, e numa noite saiu pra faculdade aparentemente bem e lá pegou com alguém e foi o pior terror que vivi.
    Ele correu para o meio da rua querendo que um carro atropelasse ele. Como os carros foram desviando dele, não o matando, apesar da luta que vivemos, agradeço por não ter sido esmagado por um onibus. Ainda conseguiu subir na passarela e se jogar…
    Traumatismo craniano, lesão axonal difusa, dois meses em ccoma. Em maio teve alta, viemos pra casa, ele tem hemiplegia… Continua nos desrespeitando, nos agredindo.
    Minha sogra batia em alguns filhos com o cabo de vvassoura, nenhum filho é um delinquente.
    Deveria ter dado umas nele qd tinha 7/8 anos…

    Esse depoimento serve de exemplo.
    Eu deveria ter me separado e ter sido energica sozinha. Estamos pagando caro…

    É duro o que estou vivendo.

  19. blank
    Tatiana Souza

    As pessoas e a sociedade gostam muito de culpar os pais na tentativa de achar uma causa, mas fato é que não existe causa. Sou mãe solteira e há 13 anos crio meu filho totalmente sozinha, sou filha única, meus país já são falecidos, não tenho família e nem namoro depois da separação para não atrapalhar a criação do meu filho. Criei este menino desde que nasceu na igreja, somos evangélicos, e este menino a vida inteira me deu trabalho, desde pequeno sempre muito irritante, desobediente, abusivo, até para dormir a vida toda sempre foi cansativo!!!! Enfim quando fez 11 anos ele já começou a potencializar a desobediência, querendo andar com amizades que eu não queria, sempre desobedecendo e forçando todos os limites, este ano pedi para ser mandada embora do trabalho pq precisava ficar mais perto dele porque o dia todo e todo santo dia ele dava algum problema e sempre gente me ligando no serviço. Ele fez 13 anos em julho, ele não tem pai, porque o pai o renegou e não quer saber de jeito nenhum, já pedi pelo amor de Deus para ele me ajudar pelo menos ver o menino 1x no ano, já que fazem 6 anos ou mais que não o vê, mas não adianta, não quer, o menino está insuportável de insubmisso, insolente, respondão, não aceita uma ordem sequer, me xinga de tudo quanto é nome, já tentou até me bater, ele está com tamanho de 15 e eu sou pequena, então ele se sente, como se manda-se em tudo, inclusive eu chamei a polícia para dar uma surra nele dentro da minha casa neste dia)! Enfim, se juntou com más companhias, passa a noite fora, só faz o que quer!!!! E nunca foi falta de correção ou ensinamento, pastores, líderes, terapias em grupo já fizemos de tudo!!!! Chego a conclusão que isto é má índole!!! Aliado há uma geração fraca e iludida como esta geração internet e olha infelizmente vejo que ele vai sofrer muito na vida, tenho feito o possível e o impossível. Mas parece que ele é surdo e cego aos ensinamentos. Me arrependo demais de ter tido um filho sozinha, porque eu não imaginava sofrer o que eu tenho sofrido com este menino. Oro dia s noite por este menino para que Deus salve a vida dele!!!!!

  20. blank
    Andrea

    Amei, sua resposta de numnúm 3, serviu bem para mim, estou na mesma situação.

  21. blank
    JACKIANE DE MENDONÇA RÊGO

    Olá! Eu mim chamo jackiane, tenho um filho de 10anos ele não quer me respeitar e depois que mim separei do pai dele nossa tudo piorou, o pai dele me traiu com minha própria irmã que tanto ajudei, eu entrei em depressão quando nos separamos, faz 2anos da separação e ainda continuo deprimida minha mãe deu o maior apoio pra minha irmã, nossa minha vida desmoronou, minha tias não mim dão valor pra elas oque vale e dinheiro eu vivo so com meu filho, faço oque posso por ele, mais ele não reconhece me esculhamba mim pepita não mim respeita o pai não da mais valor pra ele um dia desse briguei com meu filho ele ameaçou de se jogar da janela do prédio que moramos eu enlouqueci oque faço não pra ser uma Boa mãe e pra ele reconhecer que eu sou sua mãe. Obrigada

  22. blank
    suzy

    Tambem passo por isso infelizmente.Meu filho desde pequeno foi dificil,muito chorao e pirracento sempre tive que trabalhar. Hj com 19 ja faz faculdade mas tem um transtorno e nao trata corretamente. me xinga de vagabunda,puta,lixo e nojenta diz que me odeia e que quer me ver morta.Nao trabalha apenas estuda e ainda esta envolvido com maconha.Nao tenho paz,nao tive sorte no amor pois me separei do pai dele e meu unico filho e desse jeito. Me arrependo de ser mãe, e triste falar isso mas e a verdade INFELIZMENTE. Me tornei uma pessoa sem esperanca, e alegria.

  23. blank
    Bete

    Então, como você – pai ou mãe – deve agir diante dessa situação?
    Em primeiro lugar, entenda que seu filho vê em você a imagem que você mesmo vê e transmite para o mundo – a de uma pessoa que não se valoriza e faz tudo pelos outros, na vã tentativa de ser amada e reconhecida.
    Para que seu filho reconheça suas qualidades e o respeite, tome a atitude de se amar mais do que a qualquer outra pessoa.
    Dê um basta nessa superproteção em relação aos filhos e comece a cuidar de quem é mais importante em sua vida: VOCÊ!
    Isso não é egoísmo, e sim um resgate da sua autoestima, do seu amor próprio. Só com a autoestima abastecida você é capaz de amar com equilíbrio e educar com limites.
    Abandone o amor permissivo e adote o amor exigente por seu filho. Ele precisa entender que você o ama, mas você não gosta e não vai aceitar as atitudes erradas dele.
    Consciente de que você fez o melhor por seu filho, fale e aja com firmeza no sentido de não permitir mais desacatos, e exija que ele o respeite.
    Aceite que, por mais exemplos bons que você tenha dado ao seu filho, ele fez a escolha de ignorá-los. Sua boa influência está com ele, mas se ele optou por seguir o caminho da ingratidão ou da desonestidade, a única coisa que você pode fazer é rezar por ele e seguir sua própria vida, sem rancores e cobranças.
    Isso mesmo, que você perdoe ao seu filho para se libertar de mágoas que, mais dia menos dia, acabarão manifestando-se em forma de doenças. Perdoar não é aceitar, é apenas não se prender às dores do ressentimento.
    Cuidado: É grande o número de pais e mães que adoecem, numa busca inconsciente de atenção e carinho dos filhos. Não caia nessa armadilha e cultive sua fé na certeza de que seu filho, antes de ser seu, ele é filho de Deus.
    E, com essa dolorosa lição que a ingratidão em família pode lhe trazer, daqui para frente dê um basta às suas expectativas e idealizações. São elas as grandes responsáveis pelas decepções.
    Lembre-se: Ninguém muda ninguém, a não ser a si próprio. Cada pessoa tem sua natureza e o livre arbítrio de escolher acordar ou não para a vida.
    Por isso, não perca mais tempo tentando mudar seus filhos. Permaneça firme como bom exemplo para eles e decida, hoje mesmo, buscar seus recursos internos para ser feliz, sem jamais condicionar sua felicidade a quem quer que seja!

  24. blank
    Fabio

    Vi muitos relatos de filhos jovens desobedientes. Meu conselho: Se vcs fizeram tudo que podiam e mesmo assim não resolveu, então larguem mao. Botem pra fora de casa.
    Esse negócio de psicólogos ou psquiatras não resolvem nada. Só comem dinheiro. Trata-se da índole do jovem e suas amizades. Veja bem, se o jovem não querer mudar seu comportamento, não é vc que conseguirá.
    Eis minha opinião, a opiniao de um pai que tem um filho de 14 anos extremamente rebelde que não me respeita e se acha o dono da verdade. Só me bater que ele não faz pq sabe que não conseguirá.
    Esses jovens só querem saber do modismo, de jogos, roupas caras, internet e etc…
    Já tirei tudo de meu filho e não resolveu.
    Já fez terapia e nada. Já tomou Ritalina para melhorar desempenho na escola, e tb não resolveu nada. Ou seja, cheguei a conclusão que se ele não quiser mudar, nada que fizermos (os pais), não resolverá.
    Ele mora comigo desde os 7 anos, pois a mãe foi embora e o deixou na casa da avó, e eu acabei indo busca-lo para ficar comigo.
    Até os 10/11 anos, não me dava trabalho na escola, e passava direto. Hoje aos 14 não tá nem aí, já falou que não quer saber de estudar.
    Então cansei. Chega.
    Já fiz de tudo e não resolveu.
    Se ele não quer melhorar, paciência, azar o dele.

  25. blank
    Douglas Pereira da Silva

    Sei que a maioria aqui são de mães desesperadas; mas sou um pai desesperado posto que fui humilhado e desprezado pelos filhos! Então todos os dias acordo angustiado, com vontade de morrer. Parece que viver é um castigo! Estou frequentando um grupo de apoio e penso procurar um psiquiatra para obter ajuda medicamentosa!

  26. blank
    Lua

    Tenho 2 filhas, criei sozinha. A familia por parte da minha mãe, nos rejeitou, sempre nos humilhavam por sermos pobres. Meu pai foi o único que me estendeu a mão e mesmo assim tem ódio e prazer em me humilhar. Ódio pq gasta seu dinheiro comigo. Minhas filhas hoje não me respeitam, a mais nova não aguentou os problemas que passei e teve um surto psicótico. Agora frequentemente tem surtos de agressividade, me xinga, me humilha, me distrói. Ela era um anjo e hoje é uma pessoa horrível. Minha outra filha não faz nada em casa, só fica deitada e no celular, a menor também só fica no celular. Peço a Deus que me leve pois a morte seria minha alegria. Meus filhos são meus pesadelos, diferentes de mim, fico me perguntando como pude gerar criaturas tão inversas do que eu sou. Eu era uma pessoa alegre, mas elas me fazem triste. Sou temente a Deus, e elas são insensíveis, não buscam o amor de Deus, são materialistas, tudo é dinheiro e tem prazer em humilhar. Minha alegria vai ser quando Deus me levar.

  27. blank
    Gisa

    Olá tenho um filho de 17 anos ele foi diagnosticado com TDAH quando era mais novo,agora estou enfrentando a rebeldia dele,não me escuta dá trabalho na escola quer sair toda hora,só quer rua e fumar narguilé,diz que não precisa avisar pra sair e quer voltar tarde
    Ele agora aprendeu a me iguinorar nem falar comigo,estou muito triste com vontade de morrer
    Não aguento mais essa situação

  28. blank
    Graciele Maria

    ola a todas as mães vocês nós somos vitoriosas por ser mulher mãe fui mãe muito cedo vitima de uma pessoas que frequentava minha casa mas amei minha filha com toda minha alma e depois ja com 10 anos de idade ela ficou doente com diabetes . tive meu filho neste mesmo ano passei momentos dificieis entre casa hospital e depois resolvir deixar meu filho com o pai para não leva ele para o hospital quis proteger ele . Mas ja faz 4 anos que minha filha faleceu e ele sofreu um acidade muito grave fiquei com ele tambem todo tempo no hospital contratei fisioterapeuta por um mes para ajuda-lo paguei os melhores medicos . foi onde descobrir que durante ele ainda usando sonda deixei ele com amigos dentro de casa encontrei maconha e ele diz que usava e nao ia parar entao tive que mandar ele voltar para casa do pai. Hoje não temos uma relação boa não confio nele tento ajudar de todas as formas e nada.
    Fico pensando se ele ficou mais revoltado porque enquanto a irma dele estava detro do hospital ela pedia que queria ve-lo e ele não foi e quando ele chegou a visita-la foi no dia que ela faleceu. Hoje tomo remedios de depressão não gosto de sair de casa ,não tenho vida social
    as vezes quando saio falo muito isso tudo afeta minha vida .

  29. blank
    janaina andreoli

    boa tarde minha filha tem 15 anos tem dupla personalidade para mim é ruim maldosa diz que me odeia faço de tudo que posso compro tudo que pede não quer estudar imploro para ir a escola ai ela me xinga mais ainda diz que eu não me importo com ela agora diz que quer ir embora pois fala que eu não dou paz para ela só porque quero que estude estou cansada ela é agressiva chuta moveis quebra objetos se faz de vitima ainda diz que fez porque eu irritei ela mas para as pessoas como namorado mae do namorado amigos ela é uma anjo boa educada lava louça,varre casa dos outros nem parece mesma pessoa para mim nem o prato que come tira da mesa .

  30. blank
    Maria Aparecida Conde

    Mães queridas!
    Depois de ler tantas histórias não há com não deixar um comentário. É claro que como vocês estava procurando uma luz na internet, mas a luz está dentro de nós mesmas e como uma colega disse aqui, está em “Cristo”.
    Descobrimos que não é fácil ser mãe, mas não há como voltar atrás, vamos buscar aquela forcinha lá do fundo, que todas nós temos, e seguir em frente. Não deixe de dizer que seu filho está errado, não deixe de corrigi-lo, mas vamos tentar nos controlar e fazer isso quando ele estiver mais calmo, temos que persistir para colocá-los ou mantê-los no caminho do bem.
    Vamos dizer não e mostrar que tudo tem uma consequência, seja inteligente, pense em um “castigo” ou seja uma consequência que faça ele refletir.
    Sei que é falci falar e difícil fazer, mas vamos viver/sobreviver um dia de cada vez, não vamos desistir dos nossos sonhos, não vamos desistir dos nossos filhos.
    Que Deus nosso pai nos abençoe e ilumine hoje e sempre.

  31. blank
    AGDA R FERREIRA

    Bom diaaa! Fui tachada de vagabunda, Me mandou tomar em vários lugares, usa droga, não Faz nd em casa, não trabalha, qdo faço uma pergunta já começa a gritar sem parar, se caso eu pedir pra fazer algo, kkk me cobra. Com 23 anos eu o mandei embora pois as duas da manhã eu estava acordada pq ele fazia barulho pra eu não dormir ou não me deixava estudar. Só escuta os amiguinhos então ele se foi, fiquei arrasada pq está desempregado. pedi perdão pelo whast e pelo massenger, pelas coisas que falei na discussão até no momento que perdi o perdão eu estava destruida. Ele visualizou e NÃO respondeu. Mas depois que perdi perdão meu fardo ficou mais leve.

  32. blank
    Isabel

    Estou passando por um poblema minha filha mora na minha casa com o namorado e vive prati camente nas minhas custas os dois agora foi a gota dgua compraram uma piza por 32 reais e a minha filha fez maior escarceu por isso nao aguento mais o que faco

  33. blank
    Cristila

    Tenho 2 filhos uma menina d 10 anos q é um doce d pessoa com retardo mental leve e tenho um d 17 esse é um demonio é vagabundo me chama d vagabunda e ja tentou me matar enforcada 3 vezes trata mal eu e o pai dele taca faca ja fui espancada varias vezes procurei ajuda no consrlho tutelar e nada d ajuda vivo pedindo à Deus para me levar pois eu trabalho nem obrigado ele dá é triste!!!!!

  34. blank
    Cristina oliveira

    Meu filho tem22 anos nao bebe fuma e bom filho mais e muito rebelde demorou para acabar os estudos agora que esta terminando o ensino medio e se eu lhe chamo atençao por algo quer gritar e impor sua vontade.e trabalhadoe e esforçado.mais as vezes quer passar por cima de mim.criei ele .Sozinha dando o melhor tudo o que pedia .eu tentava suprir a minha falta tinha dois empregos e a do pai com mimos e presentes.mesmo assim criei um homem bom e responsavel.hoje ele veio gritar comigo e apontar o dedo na minha cara pedi que abaixasse o dedo e ele tentou se impor acabei me excedendo e dei um tapa em sua cara ele me desafiou e dei mais dois estou pessima pous nunxa fiz isso com ele ou o irmão.depois disso ele abaixou a voz e esta um doce mais eu nao me perdoo por ter batido nele.sei que ele tem personalidade forte e se eu nao me impor ele passa por cima .mais nao me conformo de ser uma pessima mãe a ponto de ter batido na cara dele

  35. blank
    Claudecir

    Ola… nao vivo com a mae de minha filha, ela me trata como um lixo, a menina tem 11 anos e quer ficar na internet o dia todo, e qdo peço p ela deixar o celular de lado ne chama de estupido, pois se acha o dono do proprio nariz

  36. blank
    Beatrix

    Triste perceber que o amor dado aos filhos volta em forma de ódio e desrespeito, estou cansada e esgotada, hoje mais um dia que ele me desrespeitou e chorei a tarde toda sem vontade de fazer nada a não ser ficar deitada chorando e dormindo, sou mãe Sozinha, porque a palavras solteira quer dizer solta livre e isso desde o dia em que pari foi exatamente o contrário me sinto presa e supercarregada de obrigações e responsabilidades, é triste muito triste mas a partir de hoje com a ajuda da mulher amada que existe em mim conseguirei enxugar as lágrimas e seguir em frente vou realizar meus sonhos, estou com a consciência tranquila de que venho sendo a melhor mãe que posso ser. Simplesmente hoje uma parte de mim morreu e a outra seguirá distante de toda essa maldade e e todo esse sofrimento vou seguir. Que sejamos mulheres fortes e decididas e não mendigas de falso amor de filhos, maridos e outros homens que tentam nos oprimir por toda a nossa vida. Vamos dar um grito e liberdade e dizer CHEGA CHEGA NÃO SEREI MAIS MALTRATADA OU DESRESPEITADA e nos afastarmos de tudo que nos faz mal. Uni-vos mulheres porque heis que são fonte de vida SE QUISEREM E ASSIM DESEJAREM

  37. blank
    Lindeza gonsalves

    Meu Deus que mundo estamos em!! Deus tenha piedade de nós pais

  38. blank
    Amanda

    Eu me arrependo de ter engravidado🤦🏽‍♀️

  39. blank
    Janyellemorais82@gmail.com

    Li alguns comentarios de algumas maes fiquei muito triste por elas,o conselho q tenho a dar a essas maes que sofre com os maltratos de seus filhos que der o despresos a eles, sem ignorancia sem maltratos apenas dispreze e ignores eles se puderem arrume outra casa e deixe eles la so pra aprender a dar valor aos seus pais,e peco a cada mae que entregue seus problemas na maos de deus, e que santa terezinha das rosas inlumine cada um de vcs.

  40. blank
    ana paula1957@gmail.com

    Olá! tive tres filhos, criei sózinha!sofri muito mais consegui, hoje são homens, formados e de boa índoli mais não me respeitam e me tratam mal. sou triste infeliz.

  41. blank
    Celi aparecida

    Olá , passo por tudo isso é pior tenho 2 filhas 27 e 22anos sempre trabalhei fora pra dar o melhor pra elas , amava muito minhas filhas , mas agora Nao sei se amo mais , sabe me tornei uma pessoa fria minhas filhas me chingando o dia todo , até de safada já me chingando , quando Nao é uma é outra , falam que vivo de favor na minha própria casa , Nao aguento mais as vezes pesso pra Deus me levar embora , Nao te tenho nem lugar pra dormir direito , pois uma delas dorme na minha cama e quando vou deitar ela fica chingando durmo bem no cantinho da cama , Nao estou aguentando mais , o que me segura ainda é minha neta de 6 anos que é a única coisa de bom que tenho na vida estou aqui por ela , é muito grito e muito nome feio , sei que Nao sou Santa mas tem muita coisa errada que preciso reclamar com elas ,nunca me ajudou em nada nunca me ajudou pagar uma conta , minha filha marcada minha neta até paguei o parto dela é hoje ela diz que paguei porque eu quiz , estou desempregada , devendo contas é elas Nao tem coragem de me ajudar , peço a Deus toda hora pra me ajudar , senão Nao vou aguentar.

  42. blank
    Denise Dantas

    Vi relatos de minha vida na história de vcs
    Sofro com dois filhos, um de 20 anos que já fez dois filhos e não está bem aí pra eles.
    E outtra de 19 anos que até 1 ano atrás era o meu orgulho de minha vida. Mas já pude vê que era engano.Até me bater já me bateu.
    Tenho um pequeno que estou vendo que está indo pelo mesmo caminho.
    Preciso muito de ajuda, não tenho vontades nem de viver mais.
    Meu esposo pai deles, já ñ sabe mais o que fazer, está desgostoso e sem prazer de vida.
    Somos uns pais esforçados que sempre biscamos o melhor pra eles.
    Em fim…Eu estou completamente desiludida.

  43. blank
    Valéria

    Todos precisam de ajuda psicológica e talvez psiquiatrica também. Hj é comum tomar algum remédio para ajudar pois na maioria desses casos encontram pessoas portadoras de depressão. Esses comportamentos agressivos, rebeldes sao desencadeados pela depressão. Esses jovens precisam de ajuda mas sao incompreendidos e acabam se tornando piores. Muitos pais não tem consciência que se trata de uma doença e acabam reagindo e nao nando o apoio necessário que esses jovens necessitam.

  44. blank
    Lucimara

    Vendo todos esses comentários vejo que não sou a única e nem a última temos só que pedir piedade pra Deus nos dar força pois não é fácil .

  45. blank
    GLACIEDA ALVES BATISTA

    Boa tarde, pesquisei por alguma resposta, para tentar entender o comportamento da minha filha, a crie sozinha, sempre foi uma pessoa de personalidade muito difícil, desde de criança, eu não conseguia controlá-la, em meio as dificuldades sem apoio de ninguém, pois nem família eu tive, o meu pai mim deu para outra família quando eu tinha 10 anos de idade, família que só mim maltratava, com 15 anos eu ganhei o mundo, nunca tive ajuda dos meus pais que sempre que podiam tomavam todo o meu dinheiro, sem ao menos perguntar se eu tinha o que comer, hoje mim afastei de todos, pois a única coisa que eles mim transmitem é ódio, acham que eu escondo dinheiro deles, mim chamam de mão de vaca. Como vs veem tenho que sobrevir a minha própria família; voltando a minha filha, tentei dar o meu melhor para que ela não passasse pelo que eu passei, sou uma pessoa humilde, o que ganho é para pagar as despesas de casa, incluindo aluguel, mesmo assim sempre a incentivei que estudasse, paguei cursos, os quais ela nunca levava a sério, em 2015 perdeu o emprego, a faculdade. hoje com 22 anos não consegue um emprego, nunca mim houve, não aceita conselhos meus. Já pensei várias vezes em mandar-lá sair de casa para ver se ela toma uma atitude e mude, mas acho que não devo fazer isso, pois vejo como uma coisa do mal, sempre tentando mim destruir e destruir a minha casa. não tenho emprego fixo, batalhei muito, estudei e ainda continuo batalhando para tentar conseguir um emprego melhor, gostaria muito de ter o apoio da minha filha, mas ela não está nem ai, e acha que tenho obrigação de lhe dá as coisas, ela tem um comportamento que mim assusta, por exemplo é véspera de natal, se compro algum presente para um amigo, ela fica irritada, mim questionando por que comprei, eu sinto como se ela quisesse controlar o meu dinheiro. Hoje ela está muito gorda, fiz de tudo para ela fazer caminhada comigo, que vou sempre, nunca quis ir, comecei a pagar academia para ela, ainda estou tentando, dei dinheiro sem poder para que ela comprasse uma roupa para o natal, a levei em uma loja onde havia visto algumas peças muito bonitas, como sempre ela deu um chilique, não aceita opinião, nada, conclusão voltamos para casa sem nada, fiquei com o dinheiro e não pretendo dar mais, ela é muito mal agradecida.
    O meu conselho é, siga em frente, se proteja, não sofra por filhos assim, só vc vai sair perdendo com isso, é o que estou tentando fazer, deixei de mão, no meu caso estou tentando mim proteger de toda a minha família, espero em Deus e confiou que tudo isso vai passar.
    Que Deus nos proteja, nos dê direção e nos abençoe.

  46. blank
    cristila Viana Paredes Cruz

    Eu tenho um filho de 16 anos até 12 anos era mais facil de lidar com ele hoje ele é uma pessoa esquesita não tem namorada e nem amigos vive pindurado em jogos on line já tentou me estrangular me dá socos me chama d vagabunda e desgraçada e odeia o pai dele depois q me traiu é um péssimo filho e tenho uma filha d 10 q é um doce estou muito doente d depressão queria q meu filho fosse embora o q fazer??!!

  47. blank
    Cláudia Silva

    Olá !!!!! Eu tenho filhos ainda pequenos!!!! Eu sinto muito por vcs mulheres que fizeram seu papel como mãe e oje estar passando por isso,mais quero dar uma esperança pra vcs ,sei que não é fácil mais existe uma solução sim ,conheço um amigo que pode lhe ajudar que não vai lhe cobrar nada para resolver este problema, vc não pagará nem um centavo,quero lhe ajudar a todas vcs..este meu amigo e Jesus cristo que morreu por mim e por todo seres humanos ,por amor a vc …si quiseres verdadeira felicidades sóem Jesus Cristo tem o que vc precisa !!!! Pois ele ver tudo que acontecer com vc ele sabe de tudo !ele quer entrar no seu coração e fazer Morada ,mais so vai entrar quando vc convidar ele !!!aceitar a Jesus n sua vida e confia nele e ele tudo dará !! Por quer Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho para morrer por mim e por vc para que todo que nele crer nao pereça mais tenha a vida eterna !!!!estar mensagem estar escrita na biblia livro de João 3’16.Deus abençoa a todas vcs mulheres desejo paz amor para vcs !…..

  48. blank
    Marcia Denise almicci

    Tenho um Filho de 18 anos Graças adeus trabalha não usa drogas não bebe mas agora com 18 anos ele acha que é o dono do mundo sai viaja chega a hora que quer para as pessoas de fora educadicimo para mim é um cavalo sempre foi assim para mim me trata muito mau não posso chamar a atenção dele ele não aceita não olha na minha cara sou mãe solteira nunca tive o apoio do pai dele tô cansada de ser humilhada pôr ele sempre fui uma mãe presente na vida dele não sei mais oque fazer gostaria de alguém me ajudasse por favor obrigado

  49. blank
    Patrícia

    Tenho um filho de 10 anos, eles está totalmente diferente não me respeita , diz que não dou nada para ele mas está sempre ganhando as coisas. Estava todo dia no computador jogando mais tirei dele pois só pensava nisso. Ultimamente ele anda me incomodando horrores. Não quer comer a comida que eu faço. Diz que não o amo. Hj mesmo ele me deu um chute brincando. Mas fiquei muito braba e bati nele pq não achei nada engraçado ele me chutar. Está sempre me respondendo tenho medo que ele se torne igual ao pai dele que me agrediu durante anos. Me separei faz 3 anos já do pai dele. Esse pai que não está nem ai para ele. Eu que dou atenção que dou carinho que compro as coisas para ele ele não enxerga o bem que eu faço. E o pai dele que não paga pensao e não ajuda em nada com ele ele diz que é bom para ele. Não entendo isso.
    Isso está me destruindo sofri muitos anos casada com o pai dele. Depois de 2 anos encontrei um homem bom que me respeita e que lhe da atenção e gosta dele e ele gosta muito dele mais não enxerga o bem que fazemos a ele. Não sei o que se passa na cabeça dele. Tenho medo dele seguir o caminho do pai. Se tornar um homem que não respeita a mulher. Sempre dei a ele muito amor e carinho e ele sempre foi um ótimo menino mais este ano está muito difícil lidar com ele. Tudo ele reclama nada está bom. Eu converso mais parece que nunca adianta. Estou dando umas chineladas nele mais não sei se isso piora a situação. Pois estou cansada de conversar e nunca adianta.

  50. blank
    Vivi Esmeralda

    Eu não tenho um filho, tenho um inimigo.
    Eu choro dia e noite, já não tenho fé!
    Ele acabou com meu relacionamento com Deus, que era a minha única fonte de lucidez.
    15 anos e já fez de tudo! Tive que largar emprego para que não se marginaliza-sse…abandonei sonhos, estudei tanto e virei dona de casa.
    Fui e sou excelente filha, Boa esposa e considerada uma excelente pessoa, jamais na vida respondi aos mais velhos, o amor que minha mãe me deu , repassei!
    Sou amorosa, paciente e amiga, e lendo os relatos de vcs, aí que destroi a minhas fé e esperança em DEUS!
    Pq seria o único a nos ajudar, e parece que nada acontece! (Que Ele perdoe o desespero).
    Eu tentas vezes quiz morrer…aliás, todos os dias!
    ODEIO SER MÃE, ODEIO O QUE FIZ DA MINHA VIDA! EU SOU UM LIXO!

  51. blank
    AntoniaFF

    Poxa, é muito triste ver todos esses relatos aqui e saber que não sou a única a passar por tamanha provação. Tenho muita dó de nós mães, que estamos aqui usando esse canal como uma forma de não enlouquecer…Ao menos essa é a única coisa que vem a minha mente. Vocês já desejaram ter abortado, pedido a Deus que desse uma doença fatal ao seu filho problemático para que assim acabasse com seu sofrimento? Gente, desculpa, eu já me senti assim…as vezes peço e depois me arrependo. É muito difícil, vc fica buscando o “onde foi que eu errei” ou “pq comigo”, seu filho dorme uma pessoa e acorda outra, um ser desconhecido, horrível! Eu paro e me pergunto sempre: onde foi que eu errei? o que me escapou? o que deveria ter feito e não fiz? Confesso que não acho as respostas. Tenho 4 filhos e do dia pra noite o meu mais velho começou a me desobedecer e desrespeitar minhas regras, e se foram 3 longos anos, até que após completar 18 ano e meio pedi que ele saísse da minha casa. Pouco mais de 4 meses comecei a passar por uma situação igual com o segundo, virou uma chave dentro dele e se transformou em uma pessoa irreconhecível, sinceramente estou tentando entender até agora. Só que ele ficou muito pior do que o mais velho, além de desobedecer e desrespeitar as regras da casa, ele tbm é extremamente agressivo e tbm costuma me xingar, isso corta minha alma. Como pode fazer e me falar essas coisas, sempre fui uma mãe participativa, amiga e mantive uma conduta de bons exemplos (acredito que todas nós). É difícil entender e lidar com tudo isso. Já fui atras pra vê se não tá usando drogas. Descobri que não. Ele e o irmão que é 11 meses mais novo fazem a mesma série juntos, tem os mesmos amigos e os mesmos pais, e como podem ser tão diferente? Como? Estou no estágio de tbm atrapalhar a vida dele em tudo que posso: Não lavo as roupas, não faço comida que sobre pra ele, e o isolo dentro de casa….só que não sei até quando eu e ele vamos aguentar tal situação. Vejo o dia que alguém aqui vai amanhecer talvez morto, pq ma hora da raiva tudo fica incontrolável.

  52. blank
    Rose De Paula

    Boa noite estou passando por uma situação terrível com meu filho de 16 anos,nunca tivemos nada,o pai dele foi embora ele tinha somente 1aninho,trabalhei muito pra que não lhe faltasse o necessário, hoje ele me odeia, somente os colegas tem razão, sou chata,por querer que ele estude,por não querer ele com pessoas que andam errado,mas também não posso colocar a culpa nos outros, na verdade ele não tem boa índole, ele não quer ser do bem,estou tão infeliz, que fico travada,sem saber o quê fazer,Deus nos abençoe ou nos da livramento, amém!

  53. blank
    Santana Costa

    Na minha opinião que passo por momentos difíceis, penso que é FALTA DE AMOR E DE CARACTER. Parece que os filhos veem os pais, principalmente a mãe, como a serva deles.
    E ao mesmo tempo os filhos são verdadeiros capachos para as pessoas de fora.
    Então só posso pensar que o mau tratamento dado aos pais é uma escolha bem lúcida deles. Afinal, o que eles vão perder? Nada, não é? Porque os pais estarão SEMPRE lá amando-os.
    A gente tem que olhar para os filhos de uma forma mais EXIGENTE. É isso que eu vou fazer daqui para frente. Meu AMOR será um AMOR EXIGENTE.

  54. blank
    Keyla

    Infelizmente a minha historia se parece com muitas aqui.
    Tenho 1 filho de 18.anos que nao trabalha já repetiu 2x o segundo ano e parece que vai repetir denovo.
    Mente,debocha de.mim,chega na hora que quer,faz o que quer.
    Me enxerga somente como.um caixa eletrônico,pra tênis,roupa,boné quer tudo de marca,senão não wuer.
    Não.compro.mais.nada pra ele,dai ele pega as roupas e tenis que não servem mais e entra em grupo de troca na net.
    Estou doente,tive trombose,anemia profunda,precisei de transfusão de sangue. Tive inicio de embolia pulmonar, e ele nao foi me ver nem.1 dia.no.hospital,pq tinha rolê com os amigos,meu marido ia.me visitar depois do trabalho, e meu filho so ligava pra perguntar o que ele ia levar pra casa.de.comida.
    Não perguntava se eu Tava bem,se Tava mal nada.
    Dói saber que lutei tanto pra criar um filho sozinha,pra passar.por isso.
    Pra que continuar assim? Não tem nenhum sentimento por.mim.
    Só ouve os amigos da rua,me manda calar a
    Boca.me chama de.loka.
    Se eu pudesse voltar no tempo,não teria continuado a gravidez.
    Dói muito dizer isso,mais eh a vdd.
    Um dia ainda vou receber a.ligação pra ir.reconhecer algum corpo,pq pode ser ele.
    Espero que a situação de todas mudem,oro a deus para que vcs e nem.eu passemos mais por isso.
    Fiquem com deus minhas irma de jornada,que um dia nossos filhos possam nos dar o.orgulho que tanto esperamos.

  55. blank
    lucia

    Tive um companheiro que nunca me valorizou sempre me batia usava drogas e bebia muito tive três filhos com ele os mais novo e gêmeos tem 22 anos mim separei do pai deles eles tinha 3 anos de idade fui perseguido por ele por muito tempo até que me mudei pra onde ele nunca mas me encontrou criei meus filhos sozinha depois de doze anos o mais velho foi viver com o pai air caiu nas drogas e subirão com ele á cinco anos que ele desapareceu e nunca mais eu soube dele os gêmeos só me dão desgosto só vive me xingando me agride de todas as maneiras só não me bate porq quando ele começa gritar eu saio de perto um deles já pegou arma pra mim leva mulher diferente todo dia pra minha casa se eu reclamar ele me chinga de todos os nomes fuma maconha e sabe lá o que e mais arrumou mulher botou na minha casa e não trabalha eu que sustentava eles e as mulheres deles vivia agredindo a mulher foi presos por diversas vezes na adolescência e depois de adulto foi preso por bater na mulher paguei mil e duzentos de fiança e tirei depois os meus dois comprou uma arma um amigo deles que vivia enfiado na casa deles roubou os meus gêmeos tentou matar e se amigo com faca a dois anos e meio estão presos eu vivo na porta do presídio visitando as mulheres deles deparo deles e ele fala que vai sair matar a mulher o ex amigo que colocou ele la mesmo preso ele me chinga de tudo que e nome isso eles já tava morando sozinho não tinha responsabilidade com a casa eu q pagava aluguel ajudava com compras eu não aguento mas já tô pensando em desistir eles fala que vai sair colocar boca de fumo e muito triste colocar filhos no mundo e ter que passe por tudo isso tenho depresao profunda fez de quando meu outro filho desapareceu as vezes tenho vontade de acabar com meu sofrimentos e preparar um veneno pra mim e pra eles

  56. blank
    Bruna

    Bom eu sou filha e amo muito meus pais, eu as vezes respondo, pq tenho uma opinião mas meu pai me bate muito todas as vezes ele machuca e sai sangue do meu nariz todas as vezes,eu nao quero que ele me bate denovo so queria qye todo mundo ficasse bem um com o outro,porq eu vi tantos relatos de filhos que fazem tantas coisas horríveis com a mae e o pai tambem que te criou,e eu nunca chinguei,nunca bati,nunca ameaçei,nunca dei tanto trabalho na escola,nunca desrespeitei um professor! Eu ainda nao trabalho pq so tenho 14 mas logo logo eu vou! SO QUERO DAR ORGULHO PROS MEUS PAIS

  57. blank
    Andrea

    Muito triste ver tantos relatos de mães com os corações feridos, muitos casos parecidos. Está faltando Deus nos corações, esse é o motivo de ter tantos filhos com o coração de pedra, que não dão valor aos pais. A minha história não é diferente, tive um relacionamento de quatro anos que não deu certo e tive dois filhos, uma menina de 19 anos e um rapaz de 17 anos. A menina me respeita, trabalha, é cristã, não me dá trabalho graças a Deus. Em compensação o rapaz só Jesus na causa, até os 10 anos ele era uma boa criança, mas depois dessa idade ele só vem piorando.
    Com 17 anos ele ainda não terminou o ensino fundamental, queira Deus que ele termine esse ano, porque eu não sei. Já passou por tantas escolas, por mal comportamento, falta de respeito com os professores, já ficou reprovado, muito triste. Eu vivia indo nas escolas por causa de reclamação sobre ele, no transporte escolar também era um problema. Ele não se interessa por nada, trabalhar, ajudar em casa, nada disso. Ele é um verdadeiro sangue suga, só quer comer e ficar a toa. Sinceramente é uma tristeza sem fim. Em Deus encontro forças, senão fosse ele não sei o que seria de mim. Deus ele conforte os corações de tantas mães que sofrem pelo descaso de seus filhos.

  58. blank
    Maria

    Olá! A gente costuma achar que os filhos estão passando por essa “rebeldia” porque são adolescentes. Ficamos esperando a”fase”passar… Daí eles já são adultos e a “fase” não passa… Mães e pais, só existem duas maneiras para resolvermos isso: Ou deixem as coisas como estão (sabendo que as consequências poderão ser tristes…) Ou façam orações para que ele (a) saia da sua residência. Meu filho tem 23 anos e estou orando para que ele saia da minha residência. Se tentar me agredir chamo a polícia e dou parte. A realidade é essa. A gente da amor e recebe dor. Fiz o melhor que pude. Cansei. Não quero mais meu filho morando comigo e ele vai embora. Minha fé é imensa. Não tenho culpa se ele resolveu seguir um caminho diferente. Largou a faculdade, vive na rua e não tem emprego, apenas faz “bicos” sem carteira assinada e sem pagar INSS. Foi educado da melhor maneira possível. Parece sempre revoltado. Chega de madrugada e faz barulho. Gosto do silêncio e já acordei assustada com o barulho inúmeras vezes.Tenho certeza que ele usa drogas. Cada um tem seu livre arbítrio. Já cansei de falar, reclamar e aconselhar. Só ouço xingamentos. É uma pessoa fria em casa e “legal” na rua. Já ouvi colegas dele dizerem que ele parece duas pessoas diferentes. Nunca me bateu. Sabe que dou parte. Violência psicológica também destrói se não nos protegermos. Tenho fé de que ele sairá da minha casa. Não quero brigas. Desejo que ele seja feliz, longe de mim.

  59. blank
    FABIANA

    Eu não tento agradar meu filho o tempo todo, quando tenho que chamar atenção, deixar de castigo, eu deixo, quando tenho que falar não eu falo sem pena. Eu sou mãe solteira e preciso trabalhar. Confesso que se não precisasse talvez não trabalharia. Mas não tenho sentimento de culpa por trabalhar, tenho orgulho e não tenho medo que meu filho se frustra na vida, isso faz parte. Mas mesmo assim ele é impossível, desobediente, debochado, preguiçoso, me dá vontade de morrer às vezes. Não vejo um futuro bom para ele apesar de que minha parte estou fazendo.

  60. blank
    Maria

    Meu filho tem 22 anos e nao aguento mais o desrespeito que tem comigo, faz o que quer em casa, usa drogas suja tudo e pra limpar é uma briga (quando limpa) quando chega do colégio sai em seguida e volta 2…3 hrs da manhã dorme o dia todo, hj confisquei a internet o aparelho fica no meu quarto e chaviei, pois ele arrombou a porta para ligar o aparelho. Não sei mais o que fazer, me ajudem

  61. blank
    Marcilene Prates

    Tem filha 14 anos não obedece mais ela mesma manda nela tudo falo ouve nada que falo

  62. blank
    silvia saderio morais

    Meu Deus estou desesperada meus filhos adolescetes estão me matando de desgosto eu realmente não sei mais o que faser eu criei uma princesa mas minha filha parece uma marginal fugiu de casa e fez uma tatuagem enorme no braço eu nem sei ,já fugiu outra fez pra poder ir no fank,eu não aguento mais ,tenho uma menina 1ano mais velha que só me dá orgulho estudiosa responsável não quero mais lutar estou cansada minha vontade é deixar ela quebrar a cara na rua

  63. blank
    Juliana

    Boa tarde.
    Estou a passar por uma situação semelhante à de muitos aqui.
    Tenho dois filhos, um rapaz de 15 é uma menina de 18. Ela é estudiosa, responsável e não nos dá problemas. Já meu filho, não nos respeita, não vai as aulas, não cumpre horários, limites…
    Já lhe tiramos jogos, computador…conversamos, castigamos, fizemos acordos, levamos ao psiquiatra, psicólogo, terapeuta…nada resolve.
    Ele não quer ajuda, não se interessa por nada, anda em más companhias, fuma, chega a hora que bem entende e acaba por fazer o que quer.
    Ele está a destruir-se a cada dia perante os nossos olhos e já não sabemos o que fazer.
    Se alguém souber como nos ajudar, agradecemos imenso.
    Deus vos abençoe
    Obrigada

  64. blank
    Roberta Santana

    Boa dia, estou lendo aqui os comentários e lamento muito em dizer, que estou passando pela mesma situação, sou mãe solteira, larguei meu ex marido quando a minha filha tinha três meses porque ele bebia muito e me agredia, um certo dia fugi de casa e prometi trabalhar duro para criar a minha filha,que era a minha alegria, sempre trabalhei duro para manter as despesas como aluguel etc e tinha orgulho em criar a minha filha sozinha. Hoje ela é uma adolescente de 16 anos e lamento muito em dizer que ela é o meu pesadelo, ela não me respeita, me fala coisas horríveis, fala que preferia não ter nascido,outro dia ela me arranhou toda, só pensa em consumir coisas de marca, ela se diverte com a minha tristeza, quando saio para trabalhar ela some, outro dia falou que ia distribuir currículo e só voltou no dia seguinte, enquanto eu passei a noite em claro desesperada ligando para os parentes e no dia seguinte ela voltou cheia de marra, falando que não me deve satisfação, me mandou tomar conta da minha vida, falou que eu ia morrer sozinha e infeliz. Não sei o que faço, não tenho apoio de ninguém, o pai nunca apareceu para saber como ela está, eu não vejo a hora de ela arrumar um emprego para emancipá-la e viver a minha vida. por que conviver com ela está me fazendo muito mal, sinto que estou entrando em depressão, meu coração vive acelerado, precisaria muito de ajuda. Sei que muitos colocam a culpa em que criou, mas acredite eu nunca deixei a minha filha largada, sempre trabalhei meio período para ficar com ela para passearmos juntas, depois que ela entrou na adolescência começou a exigir roupas e sapatos de marcas como esses tênis de mil reais que está na moda, como nunca tive condições de dar ela começou a me odiar e se tornou seca, arrogante e fria, ela não me ver como mãe e sim como inimiga.

  65. blank
    Leninha Woits

    Como tive 7 depressões, sou Bipolar, sofro de ansiedade.Trato com Psiquiatra.Não tô conseguindo nenhum Psicólogo.Preciso de ajuda.Meu marido não me entende, qando estou em crise.Eu me modifico. Aí, brigamos, o relacionamento fica difícil.Me ajude por favor.

  66. blank
    Leninha Woits

    Meu filho se casou com uma moça Evangelica,Ele era Católico, Desde o dia que ele a conheceu, tentamos tratá-la bem.Senti como se fosse minha filha.Mas as coisas mudaram.Ela começou a transformar ,meu filho, em uma pessoa diferente, a me desprezar, e criticar a minha pessoa, desfazer demim, a chegar de dizer que eu não tenho conteúdo.Vivo falando do passado.Eu acho que passado não leva a nada, mas eu acho que quem entra nas nosss voidas tem que saber um pouco, como foi a vida de (seu esposo) que é meu filho.Ela já chegou a me chamar de chata, chamava minha atenção na frente dos convidados.Me aborrecia e eu engolia,Por final meu filo , só porque o chamei de outro nome,ficou furioso, e disse: Nunca mais ,mãe , me chame do nome desta pessoa, pois não é exemplo para ningu´em.Aí eu disse para meu filho:E VOCÊ É?Foi um momento de explosão, pois meu filho é trabalhador, faz Faculdade , mas ele não precisava xingar (pois era meu irmão, e claro, este meu irmão, foi álcoolatra, e nunca trabalhou direito)Mas não era motio, chamei-o por engano.Acredito wue a \\Esposa dele, deve encher a abeça dele, e ele por si absorve mita coisa.Enfim,ele não quer mais saber de mim, já o procurei,E Vi que ele não deu a mínima pra mim.Eu acho que tá na hora de esqwuecê-lo.Obrigada.Para não sofrer.

  67. blank
    geysse

    Preciso muito de ajuda não estou sabendo lida com o meu filho de 3 anos ele não me respeita já me fez eu passa vergonha várias vez na escola na onde ele estuda fica mostrando língua para mim fica me chamando de idiota na frente dos outros já não sei oque fazer já conversei ja coloquei de castigo chega em casa espalha brinquedos na casa toda e fica rindo da minha cara por favor me ajuda.

  68. blank
    Cleuda

    oi, tenho uma filha que usa drogas e passa até 3 dias só usando, quando chega em casa me bate, e vive falando que vai me matar. vai cortar meus braços, minhas pernas, abrir minha barriga e minha cabeça. já pensei em mata-la, mas não consigo ou melhor não tenho coragem; crio dois filhos dela um de 13 anos e uma menina de 3 anos. ela não respeita as crianças vive ameaçando até a de 3 anos fala que vai enforcar a criança. desequilibra todos da família. Preciso de ajuda urgente por favor…..

  69. blank
    Hann

    Olá! Meu único filho desde bebê sempre gostou de bater na gente, super mimado pelo pai cresceu super malcriado de um lado um pai que dá de tudo e de outro eu. Buscando educa-lo, impondo princípios básicos cristãos como respeito e humildade. Minha briga constante com meu marido e sobre essas questões, meu marido sempre fez suas vontades e muitas vezes sem se dar conta da gravidade axabava tirando minha moral diante do garoto. Porém nós duas de hoje meu filho tem 14 anos. Um belo rapaz educado e extremamente inteligente e bom aluno. Mas pro meu desgosto e desespero, em casa e um pesadelo comigo. Me bate e me manda calar a boca e fala coisas horríveis pra mim. Estou depressiva a 7 anos. Tenho penssado em suicídio e em sair de casa pois ainda sou jovem. Meu mundo está desmoronando. O pior e que sei que não errei…fiz tudo que pude dei o meu melhor. E o mais duro de aceitar a que sei que o meu marido estragou tudo. E consequentemente na cabeça dele sou uma bruxa megera e o pai o “bonzinho”. Me ajude o que posso fazer? EXISTE SOLUÇÃO AINDA??

  70. blank
    André

    Boa noite, tenho dois filhos,uma de 2 e outro de 5 anos e estou tendo vários problemas de comportamento com o de 5, não me obedece,tudo ele chora, tem que ser o primeiro em tudo, bate na irmã, fala que eu não gosto dele, etc. As vezes perco a paciência,chamo a atenção e ponho de castigo,não sei mais o que fazer.Pode me ajudar?

  71. blank
    Jaqueline nogueira

    Não sei pq certas pessoas vem ao mundo, deve ser p enfernizar mesmo, meu irmão, d 28 anos que eu não considero nem um pouco, não ajuda a minha mãe em nada, só sabe comer e andar, e quando pede as coisas p ele fica todo estressado e ignorante, xinga, as vezes fingi q nem escuta, vira as costas e vai p rua. Mas em parte eu sei que a minha mãe errou muito na criaçao dele, sempre muito solto, deixava fazer o q ele queria, acustumou assim desde pequeno e agora não tem mais jeito.tenho pena da minha mãe, sempre fez tudo por ele, e continua fazendo , mas ele é ingrato, egoísta, no lugar do coração tem uma pedra.o pior sofrimento de uma mãe é ter um filho ingrato, criamos com tanto amor e quando cresce se transforma em um monstro.
    Ele não se importa nem um pouco com ela, só com os amigos que ele arruma na rua,pode ver ela sofrendo q nao faz nada, nao ta nem ai.
    Tenho p mim q isso não é gente, não é ser humano, tenho nojo de pessoas assim, as vezes digo p minha mãe q ele nem deveria ter nascido, não sei pq pessoas assim tenq existir.
    Mas Deus que tudo vê, não dorme, a justiça de Deus tarda mas não falha. Um dia Deus vai cobrar dele , os filhos devem obediencia aos seus pais, tem o dever de ajudar , de cuidar.(isso é biblico).ta muito difícil suportar, mas Deus nos da forças.

  72. blank
    Grace

    É triste obervar que tem tantas histórias parecidas com a minha mas por outro lado traz um pouco de alívio tb. Tenho um filho adolescente que tem ne dado muitos dissabores já faz um tempo. As vezes penso que ele não tem sentimento nenhum pelas pessoas,q tudo é feito com algum interesse, em benefício próprio…que se dane se os outros estão satisfeitos ou se precisam de algo. Dói meu coração de ver tanta frieza e de ouvir tantas palavras ruins…me ajude por favor Regina

  73. blank
    José Erivaldo da Silva

    Meu filho tem 19 anos não me respeita nem respeitava mãe e eu fico engolindo sapo para evitar discórdia mas não sei até quando vou aguentar. o que devo fazer

  74. blank
    Adriane Aparecida da Costa Cunha

    Boa tarde. Preciso se ajuda. Tenho um filho de 13 anos, que insulta todo mundo, não respeita, vive arrumando encrenca, metido a valentão, boca dura, malcriado. Não sei mais o que fazer, acabo ofendendo ele também pois ele me tira do sério, isso quando não bato nele com o que eu tiver na mão. E nada adianta. Estou desesperada.

  75. blank
    Suely Silvestre

    O meu filho tem 22 anos e não me respeita, faço tudo que posso na medida do possível. Só os amigos são bons para ele nem a mãe, nem o pai estão a altura do seu pensamento, só ele sabe tudo. Eu e meu esposo somos ultrapassados na concepção dele. Acho que não posso fazer muita coisa para mudar isso más, de uma coisa tenho certeza: No dia que “DEUS” me levar ele vai sofrer muito. Esta se formando este ano. Espero que consiga um bom trabalho e seja mais generoso com as pessoas porque se não mudar o bicho vai pegar para ele.
    Obrigada,!

  76. blank
    mary

    Ola tenho uma filha de 14 anos insuportável falsa mentirosa trapaceira não me obedece por nada nesse mundo não sei mais o que fazer, ela quer até me bater me chinga me ofende de todas as maneiras e o pior que estou ofendendo ela a altura e me sinto muito mal com tudo isso já cheguei a deseja que Deus levasse eu ou ela pra sepultura estou a ponto de cometer qualquer desatino pra ter paz…

  77. blank
    Claudia

    Boa noite. Minha filha tem 18 anos. Namora um rapaz 10 anos mais velho que ela ja a 4 anos. Ela passou a nao me respeitar mais acha que tudo que eu falo dele e errado que eu estou com ciúmes dela porque ela soube escolher uma pessoa que a ama e eu ao contrario dela. Meu marido nao liga pra mim. Nao gostei de ouvir minha filha falar assim comigo estou muito triste. Me ajude o que devo fazer. Por favor.

  78. blank
    Ronaldo Roccello

    Olá meu nome é ronaldo e minha filha mãe solteira de 30 anos não me respeita, não respeita o filho e está tornando a minha vida e a do meu neto um inferno. Ela quase não fica em casa, trabalha até umas 18:30 e vai ra faculdade (quando vai) e só volta após as 22:30 (quando volta, pois diversas vezes dorme na casa do namorado e nem avisa). Quando vem pra casa está sempre de mal humor, com uma cara tão feia, não tem paciencia com meu neto e reclama, briga, chinga, grita e humilha-o sempre.
    A mudança de humor é rápida, as vezes está bem e logo em seguida começa a gritaria e ofensas para o menino.
    Quando vai acompanhá-lo na lição grita, menospreza, exige uma atitude que não condiz com a idade dele (8 anos). Sempre que ela está em casa,, por causa das gritarias e ofensas ele sempre está chorando e quando tento intervir é briga na certa, procuro não intervir para não piorar a situação para meu neto.
    NÃO AGUENTO MAIS!
    pode ajudar por favor!!!!!
    grato

  79. blank
    Dani

    Passo pela mesma situaçao filho de 14 anos. nao aceita regras desde pequeno.
    Era do abrigo adotei com 2 anos e meio e desde la ja tinha voltado de varias casas ninguem queria ele .Hoje entendo o porque , qd ele veio pra minha casa ele era terrivel e eu so quiz dar amor .minha família foi a unica q o aceitou. Hoje ele tem 14 anos .E UM FILHO RUIM.. FALA MUITO PALAVRAO .. foge de casa .. Trata os professores mal. Nao me respeita nao é carinhoso. Mande eu se fu#@×. Nao me ajuda em nada em casa . faz cara de mal se peço algo. Ando muito triste.

  80. blank
    ALICE GARCIA

    Boa tarde. Tenho uma menina de 3 anos, ela não me obedece, quer medir forças comigo, e em muitas vezes não me quer, chora dizendo que não quer eu, para eu não olhar para ela, nem falar com ela, isso as vezes acontece na parte da manhã, quando vou acorda-la, para ir para escola. Entrou na escola esse semestre com 3 anos, o pai tem uma forte participação na criação da nossa filha, mas me sinto sem saber como agir, se corrijo fisicamente com chinelo, vara, pq falando não está resolvendo.

  81. blank
    Daniela

    Olá meu nome é Daniela meu filho tem dojs anos e não me respeita e nem o pai chama todo mundo de doido principalmente o pai o tempo todo e muita birra oi que faço?

  82. blank
    maricelia

    Olá tenho uma filha de 3 anos e meio, me chinga eu e o pai não nos obdece, quer viver o tempo todo na rua, quando ponho p dentro ela fica nos gritos e batendo na porta. Náo aguento mais essa situaçã. Não sei o que fazer.

  83. blank
    rejane

    Olá boa noite, sou mãe de. Dois garotos e uma garota. O mais velho tem 14 o do meio tem 12. e a caçula tem 10
    O de 14 esse ano passou a me desrespeitar, fala auto, tudo por que imponho limites no tempo de uso de celular. Ou porque não quer ajudar em algumas coisas que peço pra fazermos em equipe.
    Sou um mãe não super protetora mais super autêntica. Trabalhamos pra dar condições de estudo e um pouco de conforto a todos, fazemos esporte juntos temos vida social razoável. Ele passou a não querer sair de casa só pra ficar em Internet, deixou de praticar esportes e com isso a família ( eu marido e filhos) estar se sentindo afetada levo todos nas costas e o fardo tá pesando as vezes sei o que fazer e as vezes no sei como agir. As vezes me pergunto onde que errei.

  84. blank
    Juliana Arruda Crispim

    Sinal de força e não de fraqueza.*

  85. blank
    Juliana Arruda Crispim

    Oi, gente! Já eu sou o contrário, sou filha, mas a situação é a mesma. Não aguento mais o desrespeito da minha mãe comigo. Passa o dia me agredindo e passanso na cara o que fez por mim, me ataca, debocha, faz birra. Sinto-me como se fosse a sua mãe. Estou noiva e fui pedida em casamento. Vou aceitar e viver minha vida bem longe dela! Cansei de ter compaixão e ser ainda mais desrespeitada. Pra piorar a filha dela mais nova deu pra me agredir tambem e dizer que me odeia. Vou viver minha vida. Desistir do que nos faz mal é um sinal de doeça e não de fraqueza.

  86. blank
    Sonia

    Olá boa tarde peço socorro tenho um menino de 9 anos que nao me obedeçe de jeito nenhun é ignorante nao consigo fazer ele ficar na escola e isso ta prejudicando ele nao sei más oque fazer sou sozinha to precisando de orientaçao ou vou enlouquecer

  87. blank
    Aline

    Boa noite preciso de ajuda tenho 4 filhos um menino de 8 q acha graça de tudo não respeita meu esposo q não e pai dele, tenho um menino de 7 q so quer viver na rua soltando pipa quando eu não deixo fica chateado e com raiva e fica querendo durmii na casa das tias, tenho um menino de 3 anos q não para ele e bem ajitado e não respeita ninguém e uma menina de 1 ano q imita tudo q os meninos fazem, eu estou com ansiedade e estresse e estou tomando calmante mas mesmo asim continuo nervoza desconto tudo nl meu marido e nos meus filho.

  88. blank
    Celi aparecida Silva

    Tenho 3. Filhos um rapaz de 37/anos que nunca me ajudou em nada 2 filhas 1 de 27 e a outra de 21 !! Sempre trabalhei pra dar o melhor pra elas ! Elas não trabalham e mesmo quando trabalharam nunca me ajudaram em nada !! Minha filha isso é se posso chamar de filha já chegou até me agredir! Manda eu ir embora , fala porque você não morre sua filha da p! Nossa eu to muito triste ! Trabalho de segunda a sexta sou cuidadora de idosos e trabalho no domingo 24 horas e vou direto pro outro serviço na segunda feira ! Chego em casa tenho que fazer as coisas e quando vou falar aí vira aquele inferno !! A de 21 anos e outra também só me explora eu queria muito ir embora morar sozinha mas tenho uma neta de 5 anos que é a única razão que vivo ainda pois se não fosse por ela eu já teria dado um jeito na minha vida ! Não aguento mais todo dia e um inferno minha vida ! Preciso de ajuda não sei até quando vou suportar!

  89. blank
    Juliana Sisterne

    Bom Dia.. Tenho um fiho de 3 anos e 10 meses e estou passando por um processo difícil com ele. Ele é uma criança muito inteligente, esperta, amorosa e maravilhosa, mas ultimamente as coisas tem fugido do controle. Toda minha família fala que ele é um principe, mas eu nao consigo encontrar esse principe, porque perto de mim e do meu esposo ele toca o terror. Moro em uma casa pequena junto com minha mae e uma irmã que tambem tem uma filha de 4 anos, mas comprei um apartamento e em breve estarei mudando. Parte do dia eles vão para a escola e parte do dia ficam com minha mae em períodos diferentes. Minha mae sempre fala que ele passa o tempo com ela muito bem, mas é só eu ou meu esposo chegar em casa que tudo muda. Ele começa a fazer de tudo para tirar todo mundo do sério, bate na prima, xinga minha mae, me desrespeita, e outras coisas mais. Se falamos áspero com ele, ele tira sarro da nossa cara, acabo perdendo a paciencia e dando umas palmadas, mas ainda assim nao adianta, porque ele fala que nao doeu. Eu percebo também que se estamos só nós tres (eu, ele e o pai) ele tem o comportamento diferente, fica mais calmo. Todo dia é um estresse só, e eu nao sei mais o que fazer. Por favor, me ajudem que eu nao to aguentando mais. Gostaria muito de encontrar este principe tão falado pelas minhas tias e pelas pessoas que o conhecem.

  90. blank
    janaina andreoli

    ola minha filha tem 13 anos não me respeita nem a mim nem professores ja fui chamada varias vezes na escola pois os professores não aquentam tanto desrespeito agora piorou estou namorando ela não quer deixar faz chantagem ou ele ou ela se eu vou na casa do meu namorado ela me liga de 5 em 5 minutos para vir para casa começa xingar faz cara feia para ele diz que se eu não voltar não deixa eu entrar em casa .sempre dei de tudo para ela como faço até hoje sempre melhores roupas ,celular tudo do bom mas agora ela não quer me deixar ser feliz deixo ela namorar sair com amigas mas ela não me deixa me ajudem pois só quero ser feliz.

  91. blank
    WALQUÍRIA REZENDE

    Boa noite, Regina. Fiquei lendo estes comentários aqui neste site e me entristeci muito com a realidade que as pessoas enfrentam com suas “famílias”. Na verdade, a gente não sabe, como tudo isto começou! Porque com certeza não aconteceu assim de repente, houve alguma permissividade para que este descontrole todo se instalasse. Eu falo assim, porque eu passo por situação semelhante e fico me questionando acerca do que foi que aconteceu para que este pesadelo hoje fosse a minha realidade. Já fui uma mãe que defendia tanto a maternidade, que se orgulhava de ter 3 filhos, que sonhava em ter até mais filhos e hoje… Hoje eu me arrependo das escolhas que fiz, dos sonhos que realizei, porque seja lá o que foi que aconteceu, não era esta a vida que eu queria estar vivendo. Eu tenho um marido maravilhoso, que me apoia e que é meu parceiro na criação dos filhos, mas os meus filhos se rebelaram muito quando chegaram na adolescência e estão tirando a paz da minha casa. Eu e meu marido não brigávamos, mas por causa dos filhos, temos nos desentendido muito. Meus filhos não tem respeito por mim e são muito agressivos com palavras. Eles não são assim tão agressivos com o pai, mas comigo, são em extremo.Tenho tanto desgosto da forma como me tratam, vivo em constante mágoa e ressentimento. Sempre fui uma mãe presente e nunca contei com a ajuda de ninguém para cuidar dos meus filhos. A adolescência dos meus filhos está me matando aos poucos! Se eu soubesse que ter filhos seria assim no futuro, quando eles crescessem, que iria passar pelo dilema da adolescência, eu não teria tido filhos. É muito desproporcional! É muito contraditório e injusto. Parece que você se torna inconveniente e incapaz, que você não tem mais valor e é descartável. Que podem lhe pisar e sufocar de aborrecimentos, sem se sentirem responsáveis por isto! Tem dias que eu preferiria passar o dia inteiro fora de casa e só voltar para dormir. Eu me sinto como uma estranha em casa e sem prazer para me relacionar com meus 3 filhos. O caçula ainda tem 12 anos e apesar da intensa teimosia, ainda tem algum respeito por mim. Acho que ele testemunha a arrogância dos irmãos mais velhos ( uma moça de 19 anos e um rapaz de 16 anos) e por me ver chorar constantemente, procura me poupar de mais sofrimentos. Não sei até quando! Como não existem ex-filhos, tenho que conviver com esta situação até que eles finalmente saiam de casa em busca de seus próprios destinos. Só espero que não demore muito para acontecer. Eu fui uma adolescente muito tranquila e obediente aos meus pais. Gostava muito de estudar e não fui rebelde, jamais xinguei os meus pais e não ousava levantar a voz para eles. Contudo, a adolescente que eu fui em nada se parece com os filhos que tenho. Hoje, mesmo, minha filha me xingou de uma forma tão displicente e frívola, indiferente aos meus sentimentos e incapaz de reconhecer que eu sou sua mãe, que eu me senti um lixo, uma espécie de matéria inanimada e sem valor, que a minha vontade foi sair de casa e não voltar nunca mais! Sabe por que me sinto assim? Porque são pessoas que eu amo, pelas quais devotei minha juventude e o meu tempo, minha noites, meu suor e o meu melhor. Eu deixei de fazer muitas coisas na minha vida por eles e nunca me arrependi disto, sempre me dediquei ao máximo aos meus filhos. Não estou pedido reconhecimento, sei que eles não pediram para vir ao mundo e nunca me pediram sacrifício. mas, eu não merecia ser tratada assim, não merecia este repúdio. A única coisa que eu queria era respeito. Já me bastaria.

  92. blank
    Denise

    Tambem tenho gemeos de 15 anos. Estão agressivos comigo,relaxados, preguiçosos, e me maltratam de todas as formas, me machucando fisicamente inclusive.perderam a …falam palavrões e gritam comigo. Me enfrentam e nao me obedecem. Foram criados na igreja mas nao seguem mais nada e nem os princípios basicos que foram ensinados. Sinto vontade de morrer de tanto desgosto.Me ajudem pelo amor de Deus!!!obrigada.

  93. blank
    Ana lima

    Me ajude tenho gemeos de 15 anos que me xingam gritam deboxam um deles nitidamente me odeia e sai chega a hora que quer vao a escola quando querem me agtidem verbalmente me empurram dizem que se eu nao der as coisas vão roubar pra ter cheg so de madrugada em casa o pai morreu tem 8 anos me sinto so desamparada desesperada

  94. blank
    Bianca Gisee de Bem

    óa eu tenho três fiho uma de 5 anos e a outra de 3 e outro tem 6 meses ,eu me separei ja te dois anos ela volto a morar comigo tem 1 mês mais a situação esta terrivel,minhas filhas de dois e três anos não estão me obedecendo por mais que ponho elas de castigo o q eu faço??

  95. blank
    paulo da silva

    tenho um problema com um filho de 26 anos. Alem de não me respeitar ele faz o que bem entende, so quer saber de game e dormir alem claro de usar drogas. Na realidade não suporto mais olhar pra ele e sinto maior desgosto por ter ele como meu filho. Quuero ter coragem para tomar uma decisão mesmo que esta venha a me prejudicar, Me afastar dele o maximo e recomeçar minha vida longe sem nunca mais querer saber quem é ou era ele

  96. blank
    Fabiana santos

    Boa noite meu filho tem 4 anos ele não mim respeita , eu não tenho paciência mas não obedece , só gritar não sei o que fazer preciso de sua ajuda.

  97. blank
    antunes freitas

    tenho um filho s ==
    que nao me respeita, ela tem 26 anos diz noma-ar de nao consigo deixe feio comigo ,manda eu imoa no ….. chama-me de p…manda eu morrer e e irma dela que fazemos td por ela e eu nao da-consigo deixat de
    ajuda-la me aconselhe o que fazer mande por email

  98. blank
    Roseli

    Ola….Tenho uma filha de 5 anos, que não me obedece, não respeita as regras e não aceita a palavra NÃO, ESPERA, DEPOIS…consegue me tirar do sério, só faz as coisas quando é da intenção dela ganhar alguma coisa ou sair para passear, as vezes dou umas palmadas e coloco de castigo, mas ela grita muito. Não sei mais o que fazer, estou super estressada e mal humorada…Me ajude por favor.

  99. blank
    Patricia S

    Regina, por gentileza, me ajude!
    Estou num estado de desespero.
    Meu filho tem 15 anos, agressivo ao extremo comigo. Chegou a me dar soco na mandíbula. Protegido ao extremo pelo pai, que tem temperamento igual ao dele. Desde criança qdo impunha limites ao menino, o pai agia de maneira inversa, inclusive permitindo que meu filho falasse palavrões p mim. Hoje ele tem 1,80m, forte. Passa por mim me dizendo palavras de ” baixo calão”. O pai encobre e me ameaça constantemente. Se eu der queixa será pior p mim. Não tenho como me manter com minha baixa renda. Chego a pensar em suicídio. Não aguento mais!!!!

    1. blank
      Sheila

      Oi Patrícia, sei como vc se sente. Me sinto assim tbem. Se bem que meu filho não tem apoio do pai, mas não me respeita nada, me chama de louca o tempo todo e me ver chorar pra ele já é uma rotina. Tenho a impressão que ele não sente nada por mim. Como pode? Seu filho melhorou com vc ? O que vc fez?

    2. blank
      Roberta Dias

      Boa tarde, amada

      Estou passando pelas mesma situação,vou te contar minha história para ver se você se acacalma um pouco, estou separada a oito anos tenho três filhos com ele, ele era super agressivo, bebia muito, quebrava as coisas em casa quando eu não o q ele queria, tinha muito medo dele e tmb não trabalhava, chegou um certo dia que não aguentei que na madrugada ele chegou em casa super bêbado e drogado, veio para cima de mim com uma facada, Deus me deu autorização para que eu pudesse sair desse casamento, simplesmente peguei uma vassoura que estava perto de mim e joguei nele ele caiu eu peguei meus filhos e sai Para nunca mais voltar, te respondo, foi fácil sair de casa somente com a roupa do corpo?????não, não mesmo, ali começava a minha luta era todos os dias fazendo boletim de ocorrências entre outras coisas mais, já se passou algum tempo, hoje estou estabilizada, mas tomo cuidado pois elw ainda me persegue, mas como Deus está comigo, nada irá atingir, então dobre seus joelhos e peça a Deus orientação pra ele, somente ele é médico, amigo, companheiro, tudo é voltando aos filhos estou fazendo isso peço para Deus livra lo do mal da rebeldia e ele está comigo, então força aai, não abaixe a cabeça pra ninguém

      Bjs…. Deus é contigo

    3. blank
      Roberta Dias

      Querida gostaria de que me mandasse seu whats ou face ou é mail para conversarmos, trocarmos experiências, assim posso te ajudar, pois passei pela mesma situação
      Abraços
      Roberta Dias

  100. blank
    Maristela de Alcantara Monnerat

    Bom dia minha situação é parecida com a Andreia acima realmente não sei o q fazer será q esse tipo de comportamento depois de uma certa idade não tem mais salvação? será que temos que entregar filhos que criamos com tanto cuidado a vida ? por favor preciso de ajuda . Obrigada que Jesus te abençoe

  101. blank
    Gracielle

    Sou mãe solteira e preciso muito da sua ajuda.

  102. blank
    bruna ortiz

    Oi, tenho um filho de 5 anos e ele não me respeita. É mal humorado e me xinga e agora deu para me bater eu sigo algumas dicas como falar com autoridade e deixar de castigo. Mas não funciona muito gostaria de saber o que devo fazer exatamente! Obrigada 🙂

  103. blank
    Vanessa Tavares

    Bom dia, tenho um filho de 10 anos e desde pequeno sempre teve o temperamento muito forte. Sou separada do pai dele e indiretamente por eu ter largado dele( do pai), sempre fico carregando a culpa por ele não poder ter uma vida boa de certa forma como tinha qdo eu era casada. Boa no sentido de eu ter q trabalhar fora hoje e quase não tenho tempo p brincar com ele. muita coisa p fazer e ainda cuidar da casa e de uma filha de 1 ano e 5 meses. Meu filho me xinga de td quanto é nome, infelizmente não tive sorte de encontrar uma pessoa q faça a diferença na minha vida e na deles. Ele não aceita me ver conversando com nenhum paquera, me trata como se fosse uma qualquer e não a mãe dele. Brigamos muito, chego sentir fortes dores no peito. Não sei mas o que fazer, sozinha já passou dos meus limites. Nada do que eu dou p ele é suficiente, o pai dele tem situação financeira ótima e com ele é diferente, não ´pede nada e o trata da melhor forma possível. Sendo q o pai dele pega ele de 15 em 15 dias porq tem q pegar, ainda assim ele é o Deus p meu filho e eu o lixo, q só reclama. Mas reclamo de coisas q tem q ser resolvidas. Ele larga td jogado, nunca tá satisfeito com nada q faço p ele. Acha q tem o direito de me mandar, de questionar sendo q quem paga as contas dele sou eu e q eu sou mãe dele, não uma coleguinha….enfim, tá cada dia mais difícil, me ajudem por favor!!!! Obrigada e bom dia

  104. blank
    maraisa ap silva pereira dos santos

    meu filho não me respeita ele diz sempre que tenho que engulir todas as atitude errada que ele pratica me chinga de tudo quanto é nome mais ele ficou assim depois que completou 18 anos e piorou depois que amasiou hoje lel se separou e vive comigo e só falta me bater o que eu faço
    Deus o abençoe me ajuda por favor

  105. blank
    paolla

    Ola…tenho 25 anos, uma filha de oito e um
    Filho de quatro r nao sei mais oq fazer pq ele
    E super agitado e fica dando socos em nos
    De casa pra brincar so que ja disse q nao e
    Pra fazer pq machuca e nao adianta e grita
    Ccomigo as vezes me xingando….minha
    Menina e um amor porem geniosa..quer
    Escolher suas roupas q nem sempre sao
    Adequadas pra temperatura e me infrenta em
    Alguns momentos tb…ta bem dificil educa-los
    Eu chego em alguns momentos deixar passar
    Pra nao me cansar msm sabendo que nao
    Devo…em compensacao vou levando mas quando
    Perco a paciencia dou palmadas fortes pq dai ja
    Passei do limite sabe….peco seu conselho
    Obrigada

  106. blank
    Priscila

    Boa tarde, estou tendo muitas dificuldades com meu filho de 4 anos..Preciso muito da sua ajuda.Obrigada.

  107. blank
    Andreia

    Ola eu tambem estou passando por problemas com meus filhos de 19 14 12 que não me respeitam sera que vc pode me ajudar??? Deus te abençõe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Silvia Regina - todos os direitos reservados​

Fale com a Psicóloga
Olá, como posso te ajudar?